Home News Chuva de 48 h supera a média para julho em São Paulo

Chuva de 48 h supera a média para julho em São Paulo

29
0


Passagem de frente fria mudou o tempo no estado de São Paulo espalhando chuva e frio. Volumes de chuva de até 100 mm e 72h foram observados no interior.

A passagem de uma frente fria mudou o tempo no estado de São Paulo espalhando chuva e frio. Nesta quarta-feira, 10 de julho, o tempo continua úmido em São Paulo e ainda há condições para chuva em todas as regiões do Estado. Há risco de chuva moderada forte no centro, oeste, sul e leste de São Paulo. A chuva mais volumosa deve ocorrer na região de Presidente Prudente,  onde já choveu forte nos últimos dias.

Áreas próximas ao Paraná e o litoral ainda terão chuva até o fim desta semana




Foto: Climatempo

Tempo úmido e frio predomina na Grande São Paulo (Foto: São Paulo, SP, por André C.)

Confira alguns volumes de chuva elevados registrados no estado de São Paulo em 72 horas, entre aproximada ente 4h30 do domingo, 6 de julho, até às 4h30 desta quarta-feira, 10 de julho. Os dados foram registrados pelo Instituto Nacional de meteorologia,  pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais e pelo Centro Integrado de Informações Agrometeorológicas.

Tarumã 102,1 mm

Ourinhos 93,6 mm

Iguape 83,6 mm

Palmital 82,3 mm

Assis 81,4mm

Ipaussu 81,1 mm

Cândido Mota 80,6 mm

Avaré 79,4 mm

Rancharia 75,2 mm

Santa Cruz do Rio Pardo  74,0 mm

Comprimento 72,6 mm

Em muitas áreas do centro-oeste e sul do estado de São Paulo, esses volumes de chuva representam praticamente toda a média normal de precipitação para o mês de julho. Segundo o cálculos do Instituto Nacional de Meteorologia,  para 1991 a 2020, as maiores médias de precipitação em julho no centro-oeste sul do estado de São Paulo ficam entre 60 mm e 100 mm

Chuva de 48 h supera a média para julho em São Paulo

A região metropolitana de São Paulo também recebeu volumes de chuva elevados especialmente nas últimas 48 horas. A capital paulista chegou a ter trovoadas e chuva forte no começo da madrugada desta quarta-feira, 10 de julho. A última vez que o aeroporto de Congonhas registrou trovoadas foi no dia 17 de Abril.

Nos últimos dias de maio,  até ocorreu chuva moderada a forte na região da grande São Paulo, mas sem trovoadas. Em julho de 2024, o Inmet não registrou chuva no mirante de Santana, local oficial de registros meteorológicos da cidade. Alguns bairros tiveram chuviscos no último fim de semana de junho, com a passagem de uma frente fria.

Para cidade de São Paulo, a média de chuva para o mês de julho é de aproximadamente 48 mm e esse valor foi superado em várias áreas da cidade com a chuva dos últimos dois dias. Os dados são do Centro de Gerenciamento de Emergências da prefeitura da cidade de São Paulo, do Instituto Nacional de meteorologia e do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais

Volumes de chuva na cidade de São Paulo

(acumulados entre em 72h entre aproximadamente 4h30 do domingo, 6 de julho, até às 4h30 desta quarta-feira, 10 de julho)

80,2 mm Carapicuíba

Jabaquara 74,3 mm

71,4 mm Tremembé

69,8 mm Campo Limpo

Moóca de 69,2 mm

68,1 mm Sé – centro

66,2mm Vila Mariana

66,1 mm Jardim João XXIII

65,6 mm Pinheiros

64,2mm Butantã

63,6 mm Interlagos

Lapa de 60,6 mm

60,5mm Peso

60,2 mm Santana

60,2mmSanto Amaro



Source link